Your browser does not support JavaScript!
Secretaria Geral MAI

A Autoridade Responsável do Fundo para o Asilo, para a Migração e Integração (FAMI) aprova cinco candidaturas no âmbito da Integração, com um montante de Fundo de cerca de 1,06 Milhões de euros

Publicada em 05-04-2021

Na sequência do Aviso n.º 93/FAMI/2020, aberto pela Secretaria Geral do MAI, na sua qualidade de Autoridade Responsável do Fundo para o Asilo, para a Migração e Integração (FAMI), foram, em 31 de março de 2021, aprovadas cinco candidaturas, no valor global de 1.413.921,49 € a que corresponde uma comparticipação do FAMI de 1.060.441,12 €. Os projetos aprovados são as seguintes:

 

O projeto PT/2020/FAMI/680 – QualiFICAR, da Cruz Vermelha Portuguesa, tem como principal objetivo contribuir para a efetiva integração no mercado de trabalho de migrantes e refugiados, detentores de baixa qualificação profissional residentes no concelho de Coimbra, através da realização de ações de formação profissional que permitam a obtenção de certificação nível II.  A formação permite uma componente educacional e profissional, e incluiu formação prática em contexto de trabalho.

Constituem objetivos principais:

  • Qualificação profissional e educacional de migrantes e refugiados;
  • Promover a aprendizagem e conhecimento académico de migrantes e refugiados detentores de baixas qualificações;
  • Integração em formação prática em contexto de trabalho, possibilitando o contacto direto com empresas e futura integração profissional;
  • Desenvolver hábitos de trabalho, espírito empreendedor e sentido de responsabilidade profissional.

Os Curso a ministrar incluem:

  • Formação de Base - estruturada em áreas de competências-chave, visa contribuir para o desenvolvimento pessoal, cultural, científico e relacional dos adultos;
  • Formação Tecnológica - organizada em Unidades de Formação de Curta Duração, visa o desenvolvimento de um conjunto de competências técnicas necessárias ao exercício profissional;
  • Formação em Contexto de Trabalho - realizada em empresas ou outras entidades empregadoras, visa a aquisição e o desenvolvimento de competências técnicas, relacionais e organizacionais relevantes para a qualificação profissional.

 

Constitui igualmente objetivo do Projeto, promover um acompanhamento de proximidade ao formando, através de um tutor que irá facilitar a integração no percurso educativo, e a sua integração na formação em contexto de trabalho. O tutor irá constituir-se como facilitador dos formandos junto dos formadores e das empresas, promovendo desta forma a efetiva aprendizagem e integração.  

 

O investimento elegível é de 376.086,58 €, a que corresponde uma comparticipação de Fundo de 282.064,93 €.

 

 

O projeto PT/2020/FAMI/684 - FUNDÃO ACOLHE - CENTRO DE CAPACITAÇÃO PARA NPT's, do Município do Fundão, tem como objetivo central incrementar a captação de ativos nacionais de países terceiros e garantir a respetiva integração no mercado de trabalho nacional, após um programa de capacitação/formação e acolhimento na cultura portuguesa.

 

Para além de consolidar a estratégia municipal de atração e integração de migrantes sob o mote “MOVE TO FUNDÃO”, é objetivo específico desta operação combater a sistemática escassez de mão de obra qualificada em setores chave da economia regional/nacional emergente, como sejam a agricultura/floresta, o agroindustrial, a metalomecânica e CNC, Polimentos e as TIC, assim como transformar o trabalho temporário, particularmente caraterístico das atividades agrícolas, em trabalho permanente distribuído ao longo do ciclo anual de produção, atraindo população migrante para o mercado de trabalho nacional e canalizando a sua integração para as reais necessidades das empresas locais e regionais, com recurso a instrumentos de gestão como o balanço de competências.

 

Trata-se, pois, de harmonizar medidas de política local associadas à estratégia municipal de desenvolvimento, que visa a captação de ativos e de investimento, com os desafios europeus em matéria de políticas migratórias, reforçando os mecanismos de política pública na resposta às necessidades do mercado de trabalho da região (alínea b) do nº 2 do art.º 3º do Regulamento (UE) nº 516/2014).

 

Através do CENTRO DE CAPACITAÇÃO PARA NPT´s, o Município do Fundão, com a rede de parceiros mobilizada para este projeto, ao mesmo tempo que instala uma estrutura de especialização formativa, diferenciadora e com caráter experimental, que se pretende venha a responder de forma mais eficaz às necessidades do mercado de trabalho, oferece aos seus destinatários uma resposta coordenada de integração, articulando vários projetos completares e convergentes no propósito de criar novas oportunidades de vida a migrantes, num território carente de capital humano.

 

O investimento elegível é de 848.441,91 €, a que corresponde uma comparticipação de Fundo de 636.331,43 €.

 

 

O projeto PT/2020/FAMI/678 - ISVOUGA EMPREGABILIDADE DE NPTS, da Fundação Terras de Santa Maria da Feira / ISVOUGA, tem como objetivo melhorar o perfil de empregabilidade e apoiar a integração no mercado de trabalho de nacionais de países terceiros (NPT), e tem os objetivos específicos:

  • Criar e desenvolver sessões de coaching junto de migrantes de forma a promover as suas competências de empregabilidade e empreendedorismo, resultando um instrumento com as varias opções a seguir a nivel profissional.
  • Desenvolver atividades de orientação vocacional (coletivas) de NPT
  • Melhorar as competencias de empregabilidade de Npts;
  • Apoiar a integração no mercado de trabalho de nacionais de países terceiros (NPT);
  • Promover a realização de ações de sensibilização junto de centros de formação e de potenciais entidades Empregadoras.

 

O investimento elegível é de 73.475,50 €, a que corresponde uma comparticipação de Fundo de 55.106,62 €.

 

 

O projeto PT/2020/FAMI/685 - INTEGRAÇÃO MIGRANTES DE LESTE, da AMIZADE - Associação de Imigrantes de Gondomar, tem como objetivo - Criar e desenvolver sessões de coaching junto de migrantes de forma a promover as suas competências de empregabilidade e empreendedorismo, resultando um instrumento com as varias opções a seguir a nivel profissional.

  • Desenvolver atividades de orientação vocacional (coletivas) de NPT
  • Melhorar as competencias de empregabilidade de Npts;
  • Apoiar a integração no mercado de trabalho de nacionais de países terceiros (NPT);
  • Promover a realização de ações de sensibilização de potenciais entidades Empregadoras.

 

O investimento elegível é de 36.770,90 €, a que corresponde uma comparticipação de Fundo de 27.578,18 €.

 

 

O projeto PT/2020/FAMI/675 - Mezze Escola, da PAP - Associação Pão a Pão, tem como objetivo geral aumentar a capacidade de integração de refugiados e migrantes nacionais de países terceiros (NPT) pelo mercado de trabalho. Os objetivos específicos são:

  1. Aumentar a capacidade formativa direcionada a contextos de trabalho para a empregabilidade de refugiados e migrantes NPT);

A1.1. Construção de um programa piloto formativo/educativo direcionado a refugiados e migrantes NPT

A1.2. Implementação do programa piloto - Este trabalho terá a duração de 12 meses (2 ciclos de formação de 6 meses, num total 500h de formação por beneficiário).

 

  1. Aumentar a empregabilidade legal de refugiados e migrantes NPT através da sensibilização do mercado empregador.

A2.1. Estratégia de estímulo à contratação dos formandos por parte das entidades empregadoras; esta estratégia de estímulo à contratação de refugiados e migrantes NPT tem a duração de 18 meses e inicia-se logo no arranque do projeto. Trata-se de uma estratégia dirigida diretamente às instituições empregadoras no ramo da restauração e hotelaria e indiretamente a todo o mercado empregador

 

A2.2. Eventos de conclusão de programa formativo (2 ciclos de formação);

Esta atividade divide-se em dois eventos realizados no final de cada ciclo formativo/educativo e tem como objetivo apresentar os resultados destas acções aos parceiros do projeto, às instituições empregadoras convidadas, assim como a instituições que as representem. Será também feito um trabalho junto dos meios de comunicação social).

 

O investimento elegível é de 79.146,60 €, a que corresponde uma comparticipação de Fundo de 59.359,95 €.



CONTACTOS GERAIS

Secretaria Geral da Administração Interna
Rua S. Mamede n.23
1100-533 Lisboa

Tel: 213 409 000

© 2020 - SGMAI - Todos os direitos reservados