Your browser does not support JavaScript!
Navegar para Cima
Iniciar sessão

Fundo Asilo, Migração e Integração (FAMI)

O FAMI tem por objetivo geral contribuir para a gestão eficiente dos fluxos migratórios e para a execução, reforço e desenvolvimento da política comum em matéria de asilo, da proteção subsidiária e da proteção temporária e da política comum em matéria de migração, no pleno respeito dos direitos e princípios consagrados na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia.
 
Este Fundo contribui para os seguintes objetivos específicos comuns:
 
a) Reforçar e desenvolver todos os aspetos do Sistema Comum Europeu de Asilo, incluindo a sua dimensão externa;
 
b) Apoiar a migração legal para os Estados-Membros, em conformidade com as respetivas necessidades económicas e sociais, tais como as necessidades do mercado de trabalho, salvaguardando simultaneamente a integridade dos sistemas de imigração dos Estados-Membros, e promover a integração efetiva dos nacionais de países terceiros;
 
c) Promover estratégias de regresso equitativas e eficazes nos Estados-Membros, que contribuam para a luta contra a imigração ilegal, com ênfase na sustentabilidade dos regressos e na readmissão efetiva nos países de origem e de trânsito;
 
d) Aumentar a solidariedade e a partilha de responsabilidades entre os Estados-Membros, em especial a favor dos mais afetados pelos fluxos migratórios e pelos fluxos de requerentes de asilo, inclusive através de cooperação prática;
 
 

Legislação Comunitária
Regulamento Delegado (UE) 2017/207 da Comissão, de 3 de outubro de 2016, publicado no Jornal Oficial da União Europeia em 8 de fevereiro de 2017
 
relativo ao quadro comum de acompanhamento e de avaliação previsto no Regulamento (UE) n.o 514/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho que estabelece disposições gerais aplicáveis ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração e ao instrumento de apoio financeiro à cooperação policial, à prevenção e luta contra a criminalidade e à gestão de crises. [em formato pdf]
 
 
Decisão (UE) n.º 2016/1754 do Conselho de 29 de setembro de 2016
 
que altera a Decisão (UE) 2015/1601 que estabelece medidas provisórias no domínio da proteção internacional a favor da Itália e da Grécia [em formato pdf]
 
Decisão (UE) n.º 2015/1601 do Conselho de 22 de setembro de 2015
 
que estabelece medidas provisórias no domínio da proteção internacional a favor da Itália e da Grécia [em formato pdf]
 
Decisão (UE) n.º 2015/1523 do Conselho de 14 de setembro de 2015
 
que estabelece medidas provisórias a favor da Itália e da Grécia no domínio da proteção internacional [em formato pdf]
 
Regulamento (UE) nº 514/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 16 de abril de 2014
 
que estabelece disposições gerais aplicáveis ao fundo para o Asilo, a Migração e a Integração e ao instrumento de apoio financeiro à cooperação policial, à prevenção e luta contra a criminalidade e à gestão de crises [em formatio pdf]
 
Regulamento (UE) nº 516/2014 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 16 de abril de 2014
 
que cria o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração, que altera a Decisão 2008/381/CE do Conselho e que revoga as Decisões nº 573/2007/CE e nº 575/2007/CE do Parlamento Europeu e do Conselho e a Decisão 2007/435/CE do Conselho [em formato pdf]
 
Regulamento de Execução (UE) nº 801/2014 da Comissão de 24 de julho de 2014
 
que estabelece o calendário e outras condições de execução relacionadas com o mecanismo de afetação de recursos para o programa de reinstalação da União ao abrigo do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração [em formato pdf]
 
 
Legislação Nacional

PORTARIA N.º 156-A/2016 - DIÁRIO DA REPÚBLICA Nº 106/2016, SÉRIE I DE 2016-06-02

Presidência do Conselho de Ministros e Ministérios das Finanças e da Administração Interna
 
Procede à primeira alteração à Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, que define as condições de acesso e as regras gerais de cofinanciamento comunitário aos projetos apresentados ao abrigo do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), para o seu período de execução.
 
 
 
Presidência do Conselho de Ministros e Ministérios das Finanças e da Administração Interna
  
Define as condições de acesso e as regras gerais de cofinanciamento comunitário aos projetos apresentados ao abrigo do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração.
 
 
 
Presidência do Conselho de Ministros
 
Aprova o sistema de gestão e controlo dos fundos europeus do Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 no domínio dos assuntos internos.
 
Designa como autoridades competentes, para efeitos do disposto no Regulamento (UE) n.º 514/2014, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 16 de abril de 2014, e no Regulamento Delegado (UE) n.º 1042/2014,da Comissão, de 25 de julho de 2014, são:
  • a Secretaria –Geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI), como Autoridade Responsável
  • a Inspeção -Geral de Finanças, como Autoridade de Auditoria
Determina que:
  • o Alto Comissariado para as Migrações, I. P., é Autoridade Delegada no contexto do FAMI
  • a Secretaria -Geral do Ministério da Justiça é Autoridade Delegada no contexto do FSI  Cooperação Policial
 
Programa Nacional

​Aprovação da revisão do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração para o período 2014 - 2020

Publicada em 15-12-2016
 
A Comissão Europeia adotou a C(2016) 8640 de 12 de Dezembro de 2016, que aprova a revisão do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração.​


Programa Nacional relativo ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), aprovado pela Decisão C_2015_1698 de 19 de março, pela Decisão C_2015_9389 de 14 de dezembro e pela Decisão C_2016_1816 de 21 de março.

 

Notícias e Destaques
Notícias e Destaques 2017
 
Aberto Convite pela Autoridade Responsável – SGMAI, para apresentação de candidatura no âmbito dos “Casos Especiais” do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração
 
Publicada em 15-02-2017
 
Encontra-se aberto o Convite-Aviso dirigido ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras – SEF, nos termos do artigo 9º e seguintes da Portaria nº 407/2015, de 24 de novembro e no âmbito dos “Casos Especiais” do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI) para a apresentação de candidatura destinada à Recolocação de requerentes de proteção internacional que tenham apresentado o seu pedido de proteção internacional em Itália ou na Grécia, conforme previsto no capítulo III do Regulamento  (UE) nº 604/2013.
 
A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SIGFC, Sistema integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt.
 
A Autoridade Responsável – SGMAI abre Aviso no âmbito do FAMI, Migração Legal
 
Publicada em 02-02-2017
 
Encontra-se aberto Aviso nº 23/FAMI/2017, para apresentação de candidaturas,  efetuado nos termos do número 2 do artigo 9.º da Portaria 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE2.ON1 – Migração Legal, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
FAMI e FSI – Abertura de Avisos de 28 Milhões de Euros
 
Publicada em 02-02-2017
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), procederão, no decurso dos próximos 6 meses, à abertura de Avisos em montante aproximado de 28 milhões de euros.
 
Com a abertura dos referidos Avisos pretende-se assegurar a disponibilização, em valor de Fundo, de um montante, adicional aos avisos abertos até à data, de cerca de 25% da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através dos Fundos para a Segurança Interna e para o Asilo, a Migração e a Integração.
 
Recorde-se que este montante terá como objetivo financiar iniciativas e ações destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a troca de informações entre as autoridades competentes, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros domínios prioritários.
 
A abertura destes avisos será feita em conformidade com o calendário de avisos que foi aprovado pela Comissão Interministerial de Coordenação para os Fundos da Área dos Assuntos Internos, designadamente pelo seu Presidente, podendo ser encontrada informação adicional, em relação aos avisos em apreço, na plataforma https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt ou através do site desta Secretaria-Geral.
 
 

A AR – SGMAI – abre Aviso do FAMI, Medidas de Regresso

Publicada em 20-01-2017
 
Encontra-se aberto o Aviso nº 22/FAMI/2017, para apresentação de candidaturas, efetuado nos termos do número 2 do artigo 9.º da Portaria 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE3. ON2 – Medidas de Regresso, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em http://www.sigfc.mai.gov.pt
 
FAMI e FSI – candidaturas aprovadas em valor superior a 32 milhões de euros
 
Publicada em 19-01-2017
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), asseguraram, desde maio de 2016 até janeiro de 2017, a aprovação de candidaturas, apresentadas aos dois fundos em apreço, no valor total de 32.314.864,18 euros.
 
Com a aprovação das referidas candidaturas foi assegurada a disponibilização, em valor de Fundo, de um montante superior a um terço da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através dos Fundos para a Segurança Interna e para o Asilo, a Migração e a Integração.
 
Recorde-se que este montante tem como objetivo financiar iniciativas e ações destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a troca de informações entre as autoridades competentes, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros domínios prioritários.
 
Para mais informações em relação aos avisos em apreço consulte: https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
FAMI financia o retorno voluntário de nacionais de países terceiros
 
Publicada em 16-01-2017
 
Informa-se que, no âmbito do Aviso de Abertura nº 7/FAMI/2016, com a dotação de Fundo de 1.300.000€, foram submetidas 3 candidaturas, sendo que 2 foram aprovadas e 1 foi considerada não admitida, por falta de enquadramento nas ações respeitantes ao OE3.ON2 – Medidas de Regresso. Sem prejuízo do exposto, uma das candidaturas, embora com mérito, não pode ser aprovada, por falta de dotação financeira no presente Aviso. Assim, do montante total submetido, de 2.265.632,96€, foi aprovado o total de 1.074.511,59€.
 
Identifica-se, de seguida, a candidatura aprovada,
 
PT/2016/FAMI/070 - Programa de Apoio ao Retorno Voluntário e à Reintegração -ARVoRe VI
Foi aprovada a candidatura PT/2016/FAMI/070 - Programa de Apoio ao Retorno Voluntário e à Reintegração -ARVoRe VI, da Organização Internacional para as Migrações (O.I.M.) - Missão em Portugal, cuja realização prevista é de 01.09.2016 a 31.12.2018. Este projeto tem como objetivo específico promover um retorno digno, efetivo e sustentável, de imigrantes que se encontram em Portugal, aos seus países de origem.
Foi aprovado um investimento total elegível de 1.432.682,12€, sendo o montante do cofinanciamento a atribuir de 1.074.511,59€.
 
 
Aprovação de candidatura da Secretaria-Geral do MAI no domínio da Assistência Técnica 
 
Publicada em 12-01-2017
 
No âmbito do Convite para a apresentação de candidatura n.º 17/FAMI/2016, publicado em 06-09-2016, relativo ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração – Assistência Técnica, com uma dotação financeira de 430.000,00€, foi apresentada e aprovada uma candidatura da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna.
 
A candidatura aprovada tem uma realização prevista de 01-01-2016 a 31-12-2017 e  tem como objetivo o desenvolvimento de todas as atividades associadas à gestão e acompanhamento do Programa Nacional do FAMI, pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, enquanto Autoridade Responsável, nomeadamente as atividades de preparação, gestão, controlo, acompanhamento, monitorização, avaliação, informação, publicidade, divulgação e sensibilização.
 
Foi aprovado um investimento total elegível no valor de 429.995,00€ (quatrocentos e vinte e nove mil, novecentos e noventa e cinco euros), com uma taxa de cofinanciamento de 100%.
 
 
Aprovação de candidatura do Alto Comissariado para as Migrações no domínio da Assistência Técnica 
 
Publicada em 12-01-2017
 
No âmbito do Convite para a apresentação de candidatura n.º 4/FAMI/2016, publicado em 24-06-2016, relativo ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração – Assistência Técnica, foram apresentadas duas candidaturas, tendo uma desistido.
A candidatura aprovada, apresentada pelo Alto Comissariado para as Migrações, I.P., tem uma realização prevista de 01-01-2016 a 31-12-2017 e tem como objetivo o desenvolvimento de todas as atividades associadas à gestão e acompanhamento do Programa Nacional do FAMI, pelo Alto Comissariado para as Migrações, I.P., enquanto Autoridade Delegada, nomeadamente as atividades de preparação, gestão, controlo, acompanhamento, monitorização, avaliação, informação, publicidade, divulgação e sensibilização.
Foi aprovado um investimento total elegível no valor de 381.305,96€ (trezentos e oitenta e um mil, trezentos e cinco euros e noventa e seis cêntimos), com uma taxa de cofinanciamento de 100%.
 
 
Aprovação de candidaturas no domínio do acolhimento de requerentes de proteção internacional
 
Publicada em 06-01-2017
 
No âmbito do Aviso de Abertura nº 3/FAMI/2016, com a dotação de Fundo de 1.000.000€, foram submetidas 7 candidaturas, sendo que 4 foram aprovadas, e 3 foram consideradas não admitidas, por falta de enquadramento nas ações respeitantes ao OE1.ON1 – Acolhimento/Asilo do Fundo para o Asilo, Migração e Integração. Assim, do montante total submetido de 1.011.197,44€, foi aprovado o total de 534.771,60€.
 
Identificam-se, de seguida, as candidaturas aprovadas:
 
PT/2016/FAMI/003 - CVP ACOLHE
Foi aprovada a candidatura PT/2016/FAMI/003 - CVP ACOLHE, da Cruz Vermelha Portuguesa, cuja realização prevista é de 01.10.2016 a 01.10.2018. Esta candidatura tem como objetivo conseguir a eficaz capacidade de resposta ao acolhimento e integração através da receção/recolocação/acolhimento e integração de requerentes de proteção internacional.
Foi aprovado um investimento total elegível de 103.582,76€, sendo o montante do cofinanciamento a atribuir de 77.687,07€.
 
 
PT/2016/FAMI/005 - Acolher e Integrar para uma nova vida
Foi aprovada a candidatura PT/2016/FAMI/005 - Acolher e Integrar para uma nova vida, da Santa Casa da Misericórdia de Faro, cuja realização prevista é de 04.04.2016 a 30.06.2017. Este projeto visa o acolhimento e a integração de requerentes de proteção internacional.
Foi aprovado o investimento total elegível de € 63.682,68€, a que corresponde uma comparticipação comunitária de 47.762,01€.
 
 
PT/2016/FAMI/007 - ÉTICA, ACOLHIMENTO E MULTICULTURALIDADE
Foi aprovada a candidatura PT/2016/FAMI/007 - ÉTICA, ACOLHIMENTO E MULTICULTURALIDADE, do Conselho Português para os Refugiados (CPR), cuja realização prevista é de 01.05.2016 a 31.12.2016. Esta candidatura visa a prestação de serviços de alojamento; a prestação de serviços de assistência; ministrar formação; e a execução de outras atividades como a divulgação de informação, informação e sensibilização, visitas ao CAR e a escolas e, atividades desportivas, direcionadas aos requerentes de proteção internacional, incluindo menores desacompanhados e refugiados, bem como à sociedade em geral.
O investimento total elegível aprovado foi de 274.265,25€, ao que corresponde uma contrapartida comunitária de 205.698,94€.
 
PT/2016/FAMI/008 - Capacitar e Dar a Conhecer Asilo
Foi aprovada a candidatura PT/2016/FAMI/008 - Capacitar e Dar a Conhecer Asilo, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), cuja realização prevista é de 01.01.2015 a 30.06.2017. Este projeto é caracterizado pela criação de um novo Título de Viagem para Refugiados e Passaporte Português para Estrangeiros. É também direcionado à divulgação de informação aos refugiados e à formação de técnicos.
Foi aprovado um investimento total elegível de 271.498,10€, ao que corresponde uma contrapartida comunitária de 203.623,58 € (75%).
 
Notícias e Destaques 2016
 
Aprovação da revisão do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração para o período 2014  - 2020
 
Publicada em 15-12-2016
 
A Comissão Europeia adotou a C(2016) 8640 de 12 de Dezembro de 2016, que aprova a revisão do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração.
 
Para o efeito, esta nova Decisão serviu para dispor o Programa Nacional de recursos financeiros adicionais, permitindo assim uma implementação eficiente e eficaz de ações que visem o acompanhamento dos desafios com que a União Europeia se confronta em matéria de fortes pressões criadas pelos fluxos de refugiados, de vagas migratórias de requerentes e beneficiários de proteção internacional nas fronteiras europeias.
 
Por conseguinte, a presente alteração pretendeu salvaguardar, no contexto do FAMI, a aplicação das regras processuais comunitárias e internas dos Estados-membros, necessárias dos compromissos resultantes das decisões adotadas ao nível do Conselho da União Europeia.
 
 
FAMI: Ações da União – Integração – Call for Proposals
 
Publicada em 12-12-2016
 
Torna-se público que se encontra aberta uma Call para apresentação de candidaturas em matéria de integração de nacionais de países terceiros, através das Ações da União, e, por conseguinte, contemplando financiamento adicional aos montantes alocados, através do FAMI, aos Programas Nacionais dos Estados-membros.
 
Recorda-se o link do Participants Portal, o novo sistema para submeter as propostas: http://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/amif/index.
 
 
Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna abre avisos para o FAMI e o FSI em valor superior a 51.64 milhões de euros
 
Publicada em 12-12-2016
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), asseguraram, desde maio até outubro de 2016, a abertura de avisos para os dois fundos em apreço, em valor superior a 51.64 milhões de euros.
Com a abertura de avisos no valor em apreço a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna assegurou a disponibilização, em valor de Fundo, de um montante superior a 60% da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração, e de um montante superior a 51% da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através do Fundo para a Segurança Interna.
Recorde-se que estes montantes têm como objetivo financiar projetos destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros.
Para mais informações em relação aos avisos em apreço consulte: https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt​
 
 
Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna abre avisos para o FAMI e o FSI em valor superior a 49.3 milhões de euros
 
Publicada em 22-11-2016
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), asseguraram, desde maio até setembro de 2016, a abertura de avisos para os dois fundos em apreço, em valor superior a 49.3 milhões de euros.
 
Com a abertura de avisos no valor em apreço a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna assegurou a disponibilização, em valor de Fundo, de um montante superior a 60% da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através dos Fundos para a Segurança Interna e para o Asilo, a Migração e a Integração.
 
Recorde-se que este montante tem como objetivo financiar projetos destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros.
 
Para mais informações em relação aos avisos em apreço consulte: https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt​
 
A Autoridade Responsável  – SGMAI, abre mais dois avisos para apresentação de candidaturas no âmbito do Fundo para o Asilo a Migração e Integração -FAMI
 
Publicada em 11-11-2016
 
Aviso 20/FAMI/2016 - Encontra-se aberto Aviso, para a apresentação de candidaturas, efetuado nos termos do número 2 do artigo 9.º da Portaria 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE1.ON1 – Acolhimento/ Asilo, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt​.
A apresentação de candidaturas decorre até às 23:00 horas do dia 30 de dezembro.
 
Aviso 21/FAMI/2016 - Encontra-se aberto Aviso, para apresentação de candidaturas efetuado nos termos do número 2 do artigo 9.º da Portaria 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE2.ON3 – Capacidade, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt​.
 
A apresentação de candidaturas decorre até às 23:00 horas do dia 30 de dezembro.
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna abre avisos para o FAMI e o FSI em valor superior a 45 milhões de euros
 
Publicada em 21-09-2016
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), asseguraram, desde maio até setembro de 2016, a abertura de avisos para os dois fundos em apreço, em valor superior a 45 milhões de euros.
 
Com a abertura de avisos no valor em apreço a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna assegurou a disponibilização, em valor de Fundo, de um montante superior a metade da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através dos Fundos para a Segurança Interna e para o Asilo, a Migração e a Integração.
 
Recorde-se que este montante tem como objetivo financiar projetos destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros.
 
Para mais informações em relação aos avisos em apreço consulte: https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
 
Aberto aviso pela AR – SGMAI, para apresentação de candidaturas no âmbito do Fundo para Asilo Migração e Integração FAMI - Objetivo Nacional  - OE3.ON1 Medidas de Acompanhamento 
 
Publicada em 20-09-2016
 
Encontra-se aberto Aviso efetuado nos termos da alínea 2) do artigo 9.º da Portaria nº 407/2015 de 24 novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE3.ON1 – Medidas de Acompanhamento, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt​
 
 
Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos – Avisos Abertos no Valor de 37 Milhões de Euros
 
Publicada em 29-08-2016
 
Dando cumprimento ao Plano de Avisos adotado pela Comissão Interministerial de Coordenação dos Fundos para a área dos Assuntos Internos em maio de 2016, a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável, e, quando aplicável, em conjunto com as duas Autoridades Delegadas, procedeu à publicação de diversos avisos de candidatura no âmbito do Fundo para a Segurança Interna (FSI) e Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI). Até à data, foram já publicados um total de 20 avisos (8 FAMI, 12 FSI) com uma dotação global no montante de 37.176.000,00 €, estando ativos nesta fase um total de 15 (4 FAMI, 11 FSI), com o período para submissão de candidaturas a decorrer entre o mês de agosto e outubro de 2016.
 
Dos avisos que já terminaram o prazo de submissão, foram rececionadas um total de 42 candidaturas, encontrando-se neste momento em fase de avaliação por parte das autoridades de gestão do FSI e FAMI.
 
Para obter mais informações sobre os Avisos de Candidatura, por favor consulte este link:
 
 
 
FAMI financia em 1.8 milhões de euros a recolocação e reinstalação de refugiados em Portugal
 
Publicada em 13-07-2016
 
Na qualidade de Autoridade Responsável para o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a área dos Assuntos Internos, cumpre a esta Secretaria-Geral dar pública nota de que, até ao corrente dia 13 de julho, ao abrigo do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), foi autorizado o pagamento de 1.842.000,00 €, de fundo europeu, para assegurar a receção e acolhimento, em território nacional, de cidadãos recolocados e reinstalados.
 
O montante em apreço reporta-se aos cidadãos recebidos em Portugal desde o último semestre do ano transato, resultando a sua vinda de um compromisso firme das autoridades portuguesas no sentido de prestarem solidariedade a todos quantos buscam proteção internacional, mas também aos Estados-membros mais afetados pelos recentes fluxos migratórios que tiveram como destino o território da União Europeia.
 
As transferências efetuadas no valor de mais de 1.8 milhões de euros estão abrangidas por um regime simplificado de pagamentos, habitualmente designado por lump sums, cuja aplicação e implementação em Portugal resultou devidamente articulada e coordenada entre a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna e a Inspeção-Geral de Finanças, tendo a mesma obedecido a um convite dirigido ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, na sua qualidade de entidade nacional responsável pela implementação da política pública em matéria de asilo e de refugiados, e estando os pagamentos efetuados pela Autoridade Responsável dependentes dos pedidos que lhe são submetidos pelo SEF, na sua categoria de entidade promotora da candidatura e beneficiária da ação em apreço.
 
Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna abre avisos para o FAMI e o FSI em valor superior a 33.5 milhões de euros
 
Publicada em 11-07-2016
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), asseguraram, desde maio até julho de 2016, a abertura de avisos para os dois fundos em apreço, em valor superior a 33.5 milhões de euros.
 
Este montante destina-se a financiar projetos destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros.
 
Para mais informações em relação aos avisos em apreço consulte: https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
 
A AD – ACM, I.P. abre aviso no âmbito do FAMI - OE2-INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO LEGAL - OE2.ON2 Integração
 
Publicada em 11-07-2016
 
Encontra-se aberto o aviso, efetuado nos termos do artigo 9.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Específico OE2 – Integração e Migração Legal, ON2 – Integração do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor. A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, Sistema Integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt, até ao dia 31 de agosto de 2016. No âmbito do presente Aviso encontra-se afeta a dotação de Fundo de 500.000,00€ e o FAMI financia 75 % do valor elegível para cada projeto, com a duração máxima de 30 meses.
 
 
A AD – ACM, I.P. abre aviso no âmbito do FAMI - OE2-INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO LEGAL - OE2.ON2 Integração
 
Encontra-se aberto o aviso, efetuado nos termos do artigo 9.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Específico OE2 – Integração e Migração Legal, ON2 – Integração do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor. A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, Sistema Integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt, até ao dia 8 de setembro de 2016. No âmbito do presente Aviso encontra-se afeta a dotação de Fundo de 2.400.000,00€ e o FAMI financia 75 % do valor elegível para cada projeto, com a duração máxima de 30 meses.
 
A SGMAI abre mais um aviso no âmbito do FAMI
 
Publicada em 07-07-2016
 
FAMI - OE3-REGRESSO - OE3.ON2 - Medidas de Regresso
 
Encontra-se aberto aviso para apresentação de candidaturas efetuado nos termos da alínea 2) do artigo 9.º da Portaria nº 407/2015 de 24 novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE3.ON2 – Medidas de Regresso, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em  https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt​​.
 
Manual de Utilizador Beneficiário do SI GFC
 
Encontra-se disponível o “Manual de Utilizador Beneficiário do SI GFC” do Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a área dos Assuntos Internos.
 
 
A AD – ACM, I.P. abre aviso no âmbito do FAMI - OE2-INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO LEGAL - OE2.ON2 Integração
 
Publicada em 05-07-2016
 
Encontra-se aberto o aviso, efetuado nos termos do artigo 9.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Especifico OE2 - Integração e Migração Legal, ON2 – Integração, no âmbito do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor. A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, Sistema integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt. O FAMI financia 75% do valor elegível para cada.
 
 
Abertura do Aviso/Convite do Fundo de Asilo Migração e Integração (FAMI) para candidaturas à Assistência Técnica
 
Publicada em 27-06-2016
 
Nos termos e para os efeitos do preceituado no artigo 9.º e seguintes da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, encontra-se aberto um convite dirigido à Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI), enquanto Autoridade Responsável no âmbito do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI); ao Alto Comissariado para as Migrações, ACM,IP., enquanto Autoridade Delegada, com competências delegadas na gestão e execução das candidaturas integradas no Objetivo Específico 2 – Integração/migração legal, do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), no âmbito Quadro Financeiro Plurianual (QFP) 2014/2020, para a área dos assuntos internos; e à Inspeção-Geral de Finanças (IGF), enquanto Autoridade de Auditoria no âmbito do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), conforme o disposto, respetivamente nos artigos 6.º, 7.º e 8.º daquele diploma.
 
Mais se informa que o presente convite é efetuado nos termos do artigo 4.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro de 2015, no âmbito da Assistência Técnica do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), previstos na legislação comunitária e nacional aplicáveis, bem como nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em http://www.sg.mai.gov.pt.
As candidaturas são apresentadas através de submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, sistema integrado de informação e gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt​
 
 
Abertura de Aviso no Âmbito do Fundo para o  Asilo, a  Migração e a Integração – FAMI , do Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos
 
Publicada em 16-06-2016
 
Encontra-se aberto o aviso, efetuado nos termos do artigo 9.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Especifico OE1 - Asilo, Objetivo Nacional OE1.ON1 C – Acolhimento/Asilo do Programa Nacional do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor. A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, Sistema integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt​
 
O FAMI financia 75 % do valor elegível para cada projeto, conforme o disposto do nº 4 do artigo 3.º da Portaria ante mencionada.​
 
Portugal - caso de sucesso na gestão das Lump Sums - Recolocação e Reinstalação
 
Publicada em 31-05-2016
 
A Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna, na sua qualidade de Autoridade Responsável pela Gestão do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração, foi indicada, pela Comissão Europeia, no contexto do VI Comité para o FAMI e o FSI, como um caso de sucesso na conceção do modelo e na gestão das Lump Sums para a Recolocação e Reinstalação.
 
Considerando a natureza inovadora da gestão deste tipo de mecanismo de pagamento ao nível nacional, em particular nos Fundos dedicados à Área dos Assuntos Internos, a Secretaria Geral concebeu e implementou, em estreia articulação e colaboração com a Inspeção Geral de Finanças (na sua qualidade de Autoridade de Auditoria), um modelo que foi reputado pela Comissão Europeia como um exemplo a seguir pelos demais Estados-membros.
 
Neste particular, a Comissão Europeia considerou como particularmente bem sucedida a modalidade de governação a dois níveis, diferenciada entre a gestão do FAMI e os mecanismos de receção de refugiados em território nacional.
 
No que especificamente concerne à gestão do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração, a Comissão considerou como relevante a aprovação da candidatura apresentada pela entidade nacional competente para efeitos de implementação da política pública em matéria de asilo e de refugiados - o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras -, candidatura esta que foi devidamente analisada e aprovada pela Autoridade Responsável, e em cujo contexto são apresentados pedidos de pagamento regulares, pela entidade beneficiária, após a chegada a território nacional dos requerentes e beneficiários de proteção internacional, recolocados ou reinstalação em Portugal, e em face da emissão do respectivo Título de Residência Temporário.
 
 
Comité de Acompanhamento Técnico dos Fundos para a Área dos Assuntos Internos
 
Publicada em 25-05-2016
 
Decorreu, no dia 25 de maio de 2016, a primeira reunião do Comité de Acompanhamento Técnico dos Fundos para a Área dos Assuntos Internos (CAT).
 
A referida reunião contou com a presença de representantes do Ministério da Administração Interna, do Ministério dos Negócios Estrangeiros, do Ministério da Justiça e do Gabinete do Ministro Adjunto, bem como da Autoridade Responsável (Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna) e das Autoridades Delegadas (Secretaria Geral do Ministério da Justiça e do Alto Comissariado para as Migrações) responsáveis pela gestão e implementação dos Fundo para a Segurança Interna e Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração. 
 
Na presente reunião, que teve como objetivo efetuar um ponto de situação geral dos dois Fundos, estiveram também presentes representantes da Comissão Europeia - Direção Geral de Migrações e Assuntos Internos - na qualidade de responsáveis pelo acompanhamento e supervisão geral da execução dos Programas Nacionais para os Fundos em apreço. 
 
Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a área dos Assuntos Internos
 
Publicada em 05-05-2016
 
No próximo dia 16 de maio terá lugar uma sessão pública sobre o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a área dos Assuntos Internos.
 
O objetivo desta primeira reunião é de dar a conhecer ao público em geral os apoios europeus a Portugal no âmbito dos dois fundos que compõem este quadro, designadamente, o FAMI – Fundo de Asilo Migração e Integração, e FSI – Fundo de Segurança Interna.
 
A referida sessão terá lugar no Auditório do Ministério da Administração Interna. ​
 
 
Reunião Da Comissão Interministerial de Coordenação do QFP 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos
 
Publicada em 04-05-2016
 
Realizou-se, no presente dia 4 de maio, a primeira reunião da Comissão Interministerial de Coordenação dos Fundos para a Área dos Assuntos Internos, reunião esta que foi presidida por S.Exa. o Secretário de Estado da Administração Interna, e que contou com a presença dos demais Membros do Governo, ou seus representantes, das áreas dos Negócios Estrangeiros, da Justiça e da Igualdade e Cidadania.
O objetivo desta primeira reunião incidiu na aprovação do regulamento interno da CIC e do plano de avisos para publicitação_CIC_FAMI_04_05_2016.pdfplano de avisos para publicitação_CIC_FAMI_04_05_2016.pdfplano de avisos para publicitação_CIC_FSI_04_05_2016.pdfplano de avisos para publicitação_CIC_FSI_04_05_2016.pdf​  a abrir, no âmbito do Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a área dos Assuntos Internos, para o período compreendido entre maio de 2016 e maio de 2017
 
 
FAMI – Casos Especiais : Esclarecimentos relativos ao processo de pagamento das Lump Sums
 
Publicada em 12-04-2016
 
Para efeitos de pagamento da “lump sum” para a recolocação, esclarece-se que o mesmo será feito tendo por base o título de residência provisório, ficando o SEF vinculado à apresentação, à Autoridade Responsável, no prazo máximo de 12 meses, da Autorização de Residência prevista no art. 67.º da Lei do Asilo.
 
 
SGMAI efetua primeiro pagamento aos beneficiários dos fundos europeus - período 2014-2020
 
Publicada em 06-04-2016
 
No âmbito do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, enquanto Autoridade Responsável, efetuou o primeiro pagamento aos beneficiários.
 
A SGMAI está entre as primeiras entidades gestoras, ao nível de todo o território nacional, e em todo o contexto de Fundos Europeus integrados no período 2014-2020 (incluindo Fundos Estruturais e de Investimento e outros programas financeiros de natureza mais específica), a proceder a pagamentos aos beneficiários correspondentes.
 
 
Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020
 
Publicada em 09-03-2016
 
Quadro Fin​anceiro Plurianual 2014-2020
 
 
Encontram-se disponíveis para consulta e utilização:
 
“Manual de Normas Gráficas _ Guia de Informação e publicidade para Beneficiários (ver)
 
 Orientação Técnica nº 1/2016 – sobre “Contratação Pública” (ver​)
 
Abertura dos Primeiros Avisos/Convite do Fundo de Asilo Migração e Integração (FAMI)
 
Publicada em 24-02-2016
 
Encontram-se abertos dois convites dirigidos ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras – SEF, nos termos do artigo 9º e seguintes da Portaria nº 407/2015, de 24 de novembro e no âmbito dos “Casos Especiais” do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI) para a apresentação de candidaturas destinadas à:
 
“Recolocação/transferência de requerentes nacionais de um país terceiro ou apátridas que que tenham apresentado pedido de proteção internacional na aceção do artigo 2.º. alínea h) da Diretiva 2011/95/UE do Parlamento Europeu e do conselho, conforme a tabela seguinte.”
e
“Instalação em território nacional, com autorização de residência nos termos legais, de nacionais de um país terceiro na sequência de um pedido do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR)”
 
As candidaturas são apresentadas, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, sistema integrado de informação e gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em http://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
 
Aprovação da revisão do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração para o período 2014  - 2020
 
Publicada em 07-01-2016
 
A Revisão do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI)(C_2015_9389_Decisao_FAMI_14_12_2015.pdf  C_2015_9389_14_12_2015_FAMI)  foi aprovada no passado dia 14 de dezembro, pela Comissão Europeia.

As diferenças significativas face ao Programa Nacional inicial, prendem-se, nomeadamente com os desafios com que a União Europeia se confronta em matéria de fortes pressões criadas pelos fluxos de refugiados, de vagas migratórias de requerentes e beneficiários de proteção internacional nas fronteiras europeias.
Por conseguinte, a presente alteração pretendeu salvaguardar, no contexto do FAMI, a aplicação das regras processuais comunitárias e internas dos Estados-membros, necessárias dos compromissos resultantes das decisões adotadas ao nível do Conselho da União Europeia.
 
Notícias e Destaques 2015
 
Investir numa Europa Aberta e Segura
 
Publicada em 28-09-2015
 
Nos dias 29 e 30 de setembro, em Bruxelas, a Comissão Europeia organizará uma conferência dedicada ao tema “Investir numa Europa Aberta e Segura”, a qual contará com a participação das Autoridades de Gestão dos todos os Estados-membros e dos países associados Schengen.
 
O objetivo é debater o papel dos Fundos no domínio dos Assuntos Internos (Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração/FAMI, Fundo para a Segurança Interna/FSI e Horizonte 2020 - Sociedades Seguras), em conjunto com as novas Agendas Europeias para a Migração e para a Segurança.
 
Serão abordadas as principais prioridades e ações na esfera da migração e dos assuntos internos, para o período compreendido entre os anos de 2015 e 2020.
 
A sessão de abertura contará com a presença do Comissário Europeu Dimitri Avramopoulos, responsável pela Migração, Assuntos Internos e Cidadania
 
 
Fundos Comunitários (QFP 2014 – 2020)
 
Publicada em 09-07-2015
A Resolução do Conselho de Ministros n.º 46/2015, de 9 de julho, aprovou o sistema de gestão e controlo dos fundos europeus do Quadro Financeiro Plurianual 2014 – 2020 no domínio dos Assuntos internos, composto pelos seguintes fundos:
 
a) Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI);
b) Fundo para a Segurança Interna (FSI), o qual é integrado pelos seguintes instrumentos:
i) Instrumento de apoio financeiro à cooperação policial, à prevenção e luta contra a criminalidade e à gestão de crises (Cooperação Policial);
ii) Instrumento de apoio financeiro em matéria de fronteiras externas e de vistos (Fronteiras e Vistos).
Para o efeito a Secretaria – Geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI) foi designada como Autoridade Responsável e a Inspeção -Geral de Finanças, como Autoridade de Auditoria. O sistema de gestão é composto ainda por duas Autoridades Delegadas: A Secretaria -Geral do Ministério da Justiça, como Autoridade Delegada no contexto do FSI — Cooperação Policial e o Alto Comissariado para as Migrações, I. P., como Autoridade Delegada no contexto do FAMI.
 
 
Aprovado o Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI) para o período 2014  - 2020
 
Publicada em 25-03-2015
Comissão Europeia aprova o Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração
  
A Comissão Europeia notificou o Estado Português, no presente dia 25 de março, da aprovação, pela reunião de Colégio de Comissários do passado dia 19, do Programa Nacional de Portugal com vista a receber apoio financeiro do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), integrado no Quadro Financeiro Plurianual para o período 2014-2020.
 
O Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a área dos Assuntos Internos tem como objetivo contribuir para apoiar os Estados-membros na prossecução de uma política europeia que privilegia a imigração legal, a integração dos nacionais de países terceiros e o acolhimento de beneficiários de proteção internacional.
 
Em conformidade com o disposto nos Regulamentos Comunitários, a aprovação da proposta de Programa Nacional, formalmente submetida pelo Estado Português no dia 11 de agosto de 2014, consubstancia a validação da Comissão Europeia dos objetivos estratégicos e dos objetivos operacionais definidos por Portugal, para os setores em apreço, para o período de 2014 a 2020.
 
Para tal desiderato procedeu-se a um levantamento exaustivo de prioridades, o qual foi conduzido por um Grupo de Trabalho Interministerial, liderado pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, e que integrou representantes do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, do Alto Comissariado para as Migrações e de diversas entidades da sociedade civil, de organizações internacionais e de organizações não-governamentais com competências nos domínios em apreço.
 
A contribuição máxima do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração disponível para Portugal é de 33.856.377,00€, sendo composta por um montante de base de 32.776.377,00€, e um montante suplementar de 1.080.000,00 para o Programa de Reinstalação da União e para a transferência de beneficiários de proteção internacional.
 
Está previsto que até junho do corrente ano sejam concluídos os preparativos para que se possa proceder à abertura das primeiras calls para a apresentação de candidaturas por parte das entidades competentes.
 
 
Abertura de Candidaturas para Ações da União
 
Publicada em 21-02-2015
​ 
Encontra-se aberto período para apresentação de candidaturas a Ação da União no âmbito do Fundo de Asilo, Migração, Integração (FAMI), podendo o aviso ser consultado aqui [pdf]. A data limite para apresentação de candidaturas é 20 de maio de 2015.
 ​​
 
 
 

 
Avisos
Aberto Convite pela Autoridade Responsável – SGMAI, para apresentação de candidatura no âmbito dos “Casos Especiais” do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração
 
Publicada em 15-02-2017
 
Encontra-se aberto o Convite-Aviso dirigido ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras – SEF, nos termos do artigo 9º e seguintes da Portaria nº 407/2015, de 24 de novembro e no âmbito dos “Casos Especiais” do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI) para a apresentação de candidatura destinada à Recolocação de requerentes de proteção internacional que tenham apresentado o seu pedido de proteção internacional em Itália ou na Grécia, conforme previsto no capítulo III do Regulamento  (UE) nº 604/2013.
 
A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SIGFC, Sistema integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt.
 
A Autoridade Responsável – SGMAI abre Aviso no âmbito do FAMI, Migração Legal
 
Publicada em 02-02-2017
 
Encontra-se aberto Aviso nº 23/FAMI/2017, para apresentação de candidaturas,  efetuado nos termos do número 2 do artigo 9.º da Portaria 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE2.ON1 – Migração Legal, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
 
FAMI e FSI – Abertura de Avisos de 28 Milhões de Euros
 
Publicada em 02-02-2017
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), procederão, no decurso dos próximos 6 meses, à abertura de Avisos em montante aproximado de 28 milhões de euros.
 
Com a abertura dos referidos Avisos pretende-se assegurar a disponibilização, em valor de Fundo, de um montante, adicional aos avisos abertos até à data, de cerca de 25% da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através dos Fundos para a Segurança Interna e para o Asilo, a Migração e a Integração.
 
Recorde-se que este montante terá como objetivo financiar iniciativas e ações destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a troca de informações entre as autoridades competentes, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros domínios prioritários.
 
A abertura destes avisos será feita em conformidade com o calendário de avisos que foi aprovado pela Comissão Interministerial de Coordenação para os Fundos da Área dos Assuntos Internos, designadamente pelo seu Presidente, podendo ser encontrada informação adicional, em relação aos avisos em apreço, na plataforma https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt ou através do site desta Secretaria-Geral.
 
 
 
 
 
A AR – SGMAI – abre Aviso do FAMI, Medidas de Regresso

Publicada em 20-01-2017
 
Encontra-se aberto o Aviso nº 22/FAMI/2017, para apresentação de candidaturas, efetuado nos termos do número 2 do artigo 9.º da Portaria 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE3. ON2 – Medidas de Regresso, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em http://www.sigfc.mai.gov.pt
 
 
FAMI e FSI – candidaturas aprovadas em valor superior a 32 milhões de euros
 
Publicada em 19-01-2017
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), asseguraram, desde maio de 2016 até janeiro de 2017, a aprovação de candidaturas, apresentadas aos dois fundos em apreço, no valor total de 32.314.864,18 euros.
 
Com a aprovação das referidas candidaturas foi assegurada a disponibilização, em valor de Fundo, de um montante superior a um terço da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através dos Fundos para a Segurança Interna e para o Asilo, a Migração e a Integração.
 
Recorde-se que este montante tem como objetivo financiar iniciativas e ações destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a troca de informações entre as autoridades competentes, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros domínios prioritários.
 
Para mais informações em relação aos avisos em apreço consulte: https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
 
FAMI financia o retorno voluntário de nacionais de países terceiros
 
Publicada em 16-01-2017
 
Informa-se que, no âmbito do Aviso de Abertura nº 7/FAMI/2016, com a dotação de Fundo de 1.300.000€, foram submetidas 3 candidaturas, sendo que 2 foram aprovadas e 1 foi considerada não admitida, por falta de enquadramento nas ações respeitantes ao OE3.ON2 – Medidas de Regresso. Sem prejuízo do exposto, uma das candidaturas, embora com mérito, não pode ser aprovada, por falta de dotação financeira no presente Aviso. Assim, do montante total submetido, de 2.265.632,96€, foi aprovado o total de 1.074.511,59€.
 
Identifica-se, de seguida, a candidatura aprovada,
 
PT/2016/FAMI/070 - Programa de Apoio ao Retorno Voluntário e à Reintegração -ARVoRe VI
 
Foi aprovada a candidatura PT/2016/FAMI/070 - Programa de Apoio ao Retorno Voluntário e à Reintegração -ARVoRe VI, da Organização Internacional para as Migrações (O.I.M.) - Missão em Portugal, cuja realização prevista é de 01.09.2016 a 31.12.2018. Este projeto tem como objetivo específico promover um retorno digno, efetivo e sustentável, de imigrantes que se encontram em Portugal, aos seus países de origem.
 
Foi aprovado um investimento total elegível de 1.432.682,12€, sendo o montante do cofinanciamento a atribuir de 1.074.511,59€.
 
Aprovação de candidatura da Secretaria-Geral do MAI no domínio da Assistência Técnica 
 
Publicada em 12-01-2017
 
No âmbito do Convite para a apresentação de candidatura n.º 17/FAMI/2016, publicado em 06-09-2016, relativo ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração – Assistência Técnica, com uma dotação financeira de 430.000,00€, foi apresentada e aprovada uma candidatura da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna.
 
A candidatura aprovada tem uma realização prevista de 01-01-2016 a 31-12-2017 e  tem como objetivo o desenvolvimento de todas as atividades associadas à gestão e acompanhamento do Programa Nacional do FAMI, pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, enquanto Autoridade Responsável, nomeadamente as atividades de preparação, gestão, controlo, acompanhamento, monitorização, avaliação, informação, publicidade, divulgação e sensibilização.
 
Foi aprovado um investimento total elegível no valor de 429.995,00€ (quatrocentos e vinte e nove mil, novecentos e noventa e cinco euros), com uma taxa de cofinanciamento de 100%.
 
 
Aprovação de candidatura do Alto Comissariado para as Migrações no domínio da Assistência Técnica 
 
Publicada em 12-01-2017
 
No âmbito do Convite para a apresentação de candidatura n.º 4/FAMI/2016, publicado em 24-06-2016, relativo ao Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração – Assistência Técnica, foram apresentadas duas candidaturas, tendo uma desistido.
 
A candidatura aprovada, apresentada pelo Alto Comissariado para as Migrações, I.P., tem uma realização prevista de 01-01-2016 a 31-12-2017 e tem como objetivo o desenvolvimento de todas as atividades associadas à gestão e acompanhamento do Programa Nacional do FAMI, pelo Alto Comissariado para as Migrações, I.P., enquanto Autoridade Delegada, nomeadamente as atividades de preparação, gestão, controlo, acompanhamento, monitorização, avaliação, informação, publicidade, divulgação e sensibilização.
 
Foi aprovado um investimento total elegível no valor de 381.305,96€ (trezentos e oitenta e um mil, trezentos e cinco euros e noventa e seis cêntimos), com uma taxa de cofinanciamento de 100%.
 
 
Aprovação de candidaturas no domínio do acolhimento de requerentes de proteção internacional
 
Publicada em 06-01-2017
 
No âmbito do Aviso de Abertura nº 3/FAMI/2016, com a dotação de Fundo de 1.000.000€, foram submetidas 7 candidaturas, sendo que 4 foram aprovadas, e 3 foram consideradas não admitidas, por falta de enquadramento nas ações respeitantes ao OE1.ON1 – Acolhimento/Asilo do Fundo para o Asilo, Migração e Integração. Assim, do montante total submetido de 1.011.197,44€, foi aprovado o total de 534.771,60€.
  
Identificam-se, de seguida, as candidaturas aprovadas:
  
PT/2016/FAMI/003 - CVP ACOLHE
 
Foi aprovada a candidatura PT/2016/FAMI/003 - CVP ACOLHE, da Cruz Vermelha Portuguesa, cuja realização prevista é de 01.10.2016 a 01.10.2018. Esta candidatura tem como objetivo conseguir a eficaz capacidade de resposta ao acolhimento e integração através da receção/recolocação/acolhimento e integração de requerentes de proteção internacional.
 
Foi aprovado um investimento total elegível de 103.582,76€, sendo o montante do cofinanciamento a atribuir de 77.687,07€.
 
PT/2016/FAMI/005 - Acolher e Integrar para uma nova vida
 
Foi aprovada a candidatura PT/2016/FAMI/005 - Acolher e Integrar para uma nova vida, da Santa Casa da Misericórdia de Faro, cuja realização prevista é de 04.04.2016 a 30.06.2017. Este projeto visa o acolhimento e a integração de requerentes de proteção internacional.
 
Foi aprovado o investimento total elegível de € 63.682,68€, a que corresponde uma comparticipação comunitária de 47.762,01€.
 
PT/2016/FAMI/007 - ÉTICA, ACOLHIMENTO E MULTICULTURALIDADE
 
Foi aprovada a candidatura PT/2016/FAMI/007 - ÉTICA, ACOLHIMENTO E MULTICULTURALIDADE, do Conselho Português para os Refugiados (CPR), cuja realização prevista é de 01.05.2016 a 31.12.2016. Esta candidatura visa a prestação de serviços de alojamento; a prestação de serviços de assistência; ministrar formação; e a execução de outras atividades como a divulgação de informação, informação e sensibilização, visitas ao CAR e a escolas e, atividades desportivas, direcionadas aos requerentes de proteção internacional, incluindo menores desacompanhados e refugiados, bem como à sociedade em geral.
 
O investimento total elegível aprovado foi de 274.265,25€, ao que corresponde uma contrapartida comunitária de 205.698,94€.
  
PT/2016/FAMI/008 - Capacitar e Dar a Conhecer Asilo
 
Foi aprovada a candidatura PT/2016/FAMI/008 - Capacitar e Dar a Conhecer Asilo, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), cuja realização prevista é de 01.01.2015 a 30.06.2017. Este projeto é caracterizado pela criação de um novo Título de Viagem para Refugiados e Passaporte Português para Estrangeiros. É também direcionado à divulgação de informação aos refugiados e à formação de técnicos.
 
Foi aprovado um investimento total elegível de 271.498,10€, ao que corresponde uma contrapartida comunitária de 203.623,58 € (75%).
 
FAMI: Ações da União – Integração – Call for Proposals
 
 
Aprovação da revisão do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração para o período 2014  - 2020
 
Publicada em 15-12-2016
 
A Comissão Europeia adotou a C(2016) 8640 de 12 de Dezembro de 2016, que aprova a revisão do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração.
 
Para o efeito, esta nova Decisão serviu para dispor o Programa Nacional de recursos financeiros adicionais, permitindo assim uma implementação eficiente e eficaz de ações que visem o acompanhamento dos desafios com que a União Europeia se confronta em matéria de fortes pressões criadas pelos fluxos de refugiados, de vagas migratórias de requerentes e beneficiários de proteção internacional nas fronteiras europeias.
 
Por conseguinte, a presente alteração pretendeu salvaguardar, no contexto do FAMI, a aplicação das regras processuais comunitárias e internas dos Estados-membros, necessárias dos compromissos resultantes das decisões adotadas ao nível do Conselho da União Europeia.
 
Publicada em 12-12-2016
 
Torna-se público que se encontra aberta uma Call para apresentação de candidaturas em matéria de integração de nacionais de países terceiros, através das Ações da União, e, por conseguinte, contemplando financiamento adicional aos montantes alocados, através do FAMI, aos Programas Nacionais dos Estados-membros.
 
Recorda-se o link do Participants Portal, o novo sistema para submeter as propostas: http://ec.europa.eu/research/participants/portal/desktop/en/opportunities/amif/index.
 
 
Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna abre avisos para o FAMI e o FSI em valor superior a 51.64 milhões de euros
 
Publicada em 12-12-2016
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), asseguraram, desde maio até outubro de 2016, a abertura de avisos para os dois fundos em apreço, em valor superior a 51.64 milhões de euros.
 
Com a abertura de avisos no valor em apreço a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna assegurou a disponibilização, em valor de Fundo, de um montante superior a 60% da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração, e de um montante superior a 51% da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através do Fundo para a Segurança Interna.
 
Recorde-se que estes montantes têm como objetivo financiar projetos destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros.
 
Para mais informações em relação aos avisos em apreço consulte: https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt​
 
  
Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna abre avisos para o FAMI e o FSI em valor superior a 49.3 milhões de euros
 
Publicada em 22-11-2016
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), asseguraram, desde maio até setembro de 2016, a abertura de avisos para os dois fundos em apreço, em valor superior a 49.3 milhões de euros.
 
Com a abertura de avisos no valor em apreço a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna assegurou a disponibilização, em valor de Fundo, de um montante superior a 60% da totalidade da dotação disponível, para Portugal, através dos Fundos para a Segurança Interna e para o Asilo, a Migração e a Integração.
 
Recorde-se que este montante tem como objetivo financiar projetos destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros.
 
Para mais informações em relação aos avisos em apreço consulte: https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
 
A Autoridade Responsável  – SGMAI, abre mais dois avisos para apresentação de candidaturas no âmbito do Fundo para o Asilo a Migração e Integração -FAMI
 
Publicada em 11-11-2016
 
Aviso 20/FAMI/2016 - Encontra-se aberto Aviso, para a apresentação de candidaturas, efetuado nos termos do número 2 do artigo 9.º da Portaria 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE1.ON1 – Acolhimento/ Asilo, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt.
 
A apresentação de candidaturas decorre até às 23:00 horas do dia 30 de dezembro.
 
 
 
Aviso 21/FAMI/2016 - Encontra-se aberto Aviso, para apresentação de candidaturas efetuado nos termos do número 2 do artigo 9.º da Portaria 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE2.ON3 – Capacidade, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt..
 
A apresen​tação de candidaturas decorre até às 23:00 horas do dia 30 de dezembro.
 
 
 
Aberto aviso pela AR – SGMAI, para apresentação de candidaturas no âmbito do Fundo para Asilo Migração e Integração FAMI - Objetivo Nacional  - OE3.ON1 Medidas de Acompanhamento 
 
Publicada em 20-09-2016
 
Encontra-se aberto Aviso efetuado nos termos da alínea 2) do artigo 9.º da Portaria nº 407/2015 de 24 novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE3.ON1 – Medidas de Acompanhamento, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt.
 
 
 
A AD – ACM, I.P. abre aviso no âmbito do FAMI - OE2-INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO LEGAL - OE2.ON2 Integração
 
Publicada em 08-09-2016
 
Encontra-se aberto o aviso, efetuado nos termos do artigo 9.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Específico OE2 – Integração e Migração Legal, ON2 – Integração do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor. A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, Sistema Integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt, até ao dia 20 de outubro de 2016.
 
 
No âmbito do presente Aviso encontra-se afeta a dotação de Fundo de 160.000,00€ e o FAMI financia 75 % do valor elegível para cada projeto, com a duração máxima de 24 meses.
 
 
 
Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos – Avisos Abertos no Valor de 37 Milhões de Euros.
 
Publicada em 29-08-2016
 
Dando cumprimento ao Plano de Avisos adotado pela Comissão Interministerial de Coordenação dos Fundos para a área dos Assuntos Internos em maio de 2016, a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável, e, quando aplicável, em conjunto com as duas Autoridades Delegadas, procedeu à publicação de diversos avisos de candidatura no âmbito do Fundo para a Segurança Interna (FSI) e Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI). Até à data, foram já publicados um total de 20 avisos (8 FAMI, 12 FSI) com uma dotação global no montante de 37.176.000,00 €, estando ativos nesta fase um total de 15 (4 FAMI, 11 FSI), com o período para submissão de candidaturas a decorrer entre o mês de agosto e outubro de 2016.
 
Dos avisos que já terminaram o prazo de submissão, foram rececionadas um total de 42 candidaturas, encontrando-se neste momento em fase de avaliação por parte das autoridades de gestão do FSI e FAMI.
 
Para obter mais informações sobre os Avisos de Candidatura, por favor consulte este link:
 
 
 
Assunto Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna abre avisos para o FAMI e o FSI em valor superior a 33.5 milhões de euros
 
Publicada em 11-07-2016
 
A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, na qualidade de Autoridade Responsável pelo Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos, e sempre que adequado, em parceria com as Autoridades Delegadas para o Fundo para a Segurança Interna (Secretaria-Geral do Ministério da Justiça) e para o Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (Alto Comissariado para as Migrações), asseguraram, desde maio até julho de 2016, a abertura de avisos para os dois fundos em apreço, em valor superior a 33.5 milhões de euros.
 
Este montante destina-se a financiar projetos destinados a áreas tão diversificadas como a formação e a capacitação das Autoridades de Aplicação da Lei, a prevenção e o combate à criminalidade, a gestão e o controlo das fronteiras, a melhoria das condições de aplicação da legislação e normas comuns europeias em matéria de Acervo Schengen, a integração de nacionais de países terceiros, a receção e o acolhimento de refugiados recolocados e reinstalados, entre outros.
 
Para mais informações em relação aos avisos em apreço consulte: https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
 
A AD – ACM, I.P. abre aviso no âmbito do FAMI - OE2-INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO LEGAL - OE2.ON2 Integração
 
Publicada em 11-07-2016
 
Encontra-se aberto o aviso, efetuado nos termos do artigo 9.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Específico OE2 – Integração e Migração Legal, ON2 – Integração do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor. A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, Sistema Integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt, até ao dia 31 de agosto de 2016. No âmbito do presente Aviso encontra-se afeta a dotação de Fundo de 500.000,00€ e o FAMI financia 75 % do valor elegível para cada projeto, com a duração máxima de 30 meses.
 
 
 
A AD – ACM, I.P. abre aviso no âmbito do FAMI - OE2-INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO LEGAL - OE2.ON2 Integração
 
Encontra-se aberto o aviso, efetuado nos termos do artigo 9.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Específico OE2 – Integração e Migração Legal, ON2 – Integração do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor. A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, Sistema Integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt, até ao dia 8 de setembro de 2016. No âmbito do presente Aviso encontra-se afeta a dotação de Fundo de 2.400.000,00€ e o FAMI financia 75 % do valor elegível para cada projeto, com a duração máxima de 30 meses.
 
 
 
 
A SGMAI abre mais um aviso no âmbito do FAMI
 
Publicada em 07-07-2016
 
 
FAMI - OE3-REGRESSO - OE3.ON2 - Medidas de Regresso
 
Encontra-se aberto aviso para apresentação de candidaturas efetuado nos termos da alínea 2) do artigo 9.º da Portaria nº 407/2015 de 24 novembro, no âmbito do Objetivo Nacional – OE3.ON2 – Medidas de Regresso, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor, e nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt. 
 
 
 
 

A AD – ACM, I.P. abre aviso no âmbito do FAMI - OE2-INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO LEGAL - OE2.ON2 Integração

 

Publicada em 05-07-2016

 
Encontra-se aberto o aviso, efetuado nos termos do artigo 9.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Especifico OE2 - Integração e Migração Legal, ON2 – Integração, no âmbito do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor. A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, Sistema integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt. O FAMI financia 75% do valor elegível para cada.
 
 
 

Consulte o Aviso.

 

Abertura do Aviso/Convite do Fundo de Asilo Migração e Integração (FAMI) para candidaturas à Assistência Técnica

 
Publicada em 27-06-2016
 
Nos termos e para os efeitos do preceituado no artigo 9.º e seguintes da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, encontra-se aberto um convite dirigido à Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI), enquanto Autoridade Responsável no âmbito do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI); ao Alto Comissariado para as Migrações, ACM,IP., enquanto Autoridade Delegada, com competências delegadas na gestão e execução das candidaturas integradas no Objetivo Específico 2 – Integração/migração legal, do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), no âmbito Quadro Financeiro Plurianual (QFP) 2014/2020, para a área dos assuntos internos; e à Inspeção-Geral de Finanças (IGF), enquanto Autoridade de Auditoria no âmbito do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), conforme o disposto, respetivamente nos artigos 6.º, 7.º e 8.º daquele diploma.
 
Mais se informa que o presente convite é efetuado nos termos do artigo 4.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro de 2015, no âmbito da Assistência Técnica do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), previstos na legislação comunitária e nacional aplicáveis, bem como nos respetivos documentos programáticos aprovados, disponíveis para consulta em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt​.
 
 
 
As candidaturas são apresentadas através de submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, sistema integrado de informação e gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
 
 
Abertura de Aviso no Âmbito do Fundo para o  Asilo, a  Migração e a Integração – FAMI , do Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos Assuntos Internos
  
Publicada em 16-06-2016
 
Encontra-se aberto o aviso, efetuado nos termos do artigo 9.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Especifico OE1 - Asilo, Objetivo Nacional OE1.ON1 C – Acolhimento/Asilo do Programa Nacional do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor. A candidatura é apresentada, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, Sistema integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
O FAMI financia 75 % do valor elegível para cada projeto, conforme o disposto do nº 4 do artigo 3.º da Portaria ante mencionada.​
 
 
 
Orientações Técnicas e de Gestão do Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos assuntos Internos
 
A Secretaria Geral do MAI enquanto Autoridade Responsável do Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020 para a Área dos assuntos Internos, emanou as seguintes Orientações :
 
Orientação Técnica n.º 2 –Fluxos de Informação
 
Orientação de Gestão n.º 1 – Abertura de avisos
 
 
Abertura dos Primeiros Avisos/Convite do Fundo de Asilo Migração e Integração (FAMI)
 
Publicada em 24-02-2016
 
Encontram-se abertos dois convites dirigidos ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras – SEF, nos termos do artigo 9º e seguintes da Portaria nº 407/2015, de 24 de novembro e no âmbito dos “Casos Especiais” do Programa Nacional do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI) para a apresentação de candidaturas destinadas à:
  
“Recolocação/transferência de requerentes nacionais de um país terceiro ou apátridas que que tenham apresentado pedido de proteção internacional na aceção do artigo 2.º. alínea h) da Diretiva 2011/95/UE do Parlamento Europeu e do conselho, conforme a tabela seguinte.”
 
e
 
“Instalação em território nacional, com autorização de residência nos termos legais, de nacionais de um país terceiro na sequência de um pedido do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR)”
 
As candidaturas são apresentadas, através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SI GFC, sistema integrado de informação e gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em https://www.sigfc.sg.mai.gov.pt
 
 
 
Abertura de Candidaturas para Ações da União
 
Publicada em 21-02-2015
 
​Encontra-se aberto período para apresentação de candidaturas a Ação da União no âmbito do Fundo de Asilo, Migração, Integração (FAMI), podendo o aviso ser consultado aqui [pdf]. A data limite para apresentação de candidaturas é 20 de maio de 2015.
 ​​
 

  

Calendário de Avisos para o FAMI
Projetos Aprovados
Última atualização: 19-05-2016 15:50



CONTACTOS GERAIS

Secretaria Geral da Administração Interna
Rua S. Mamede n.23
1100-533 Lisboa

Tel: 213 409 000

© 2015 - SGMAI - Todos os direitos reservados